03 abril 2008





Salve aí vão uns graffitis argentinos, super politizados e espalhados por todo centro de buenos aires

Um comentário:

Piero disse...

Oi Rafael, muito interessantes estes moldes vazados argnetinos.
O primeiro cria um curioso efeito visual na tela do computador: se rolar o mause devagar parece que a moldura em volta do emblema está rodando...
Sobre o segundo (se trabalho me matam e me matam se não trabalho) podia ser o lema do Fabiano...
O terceiro me surpreendeu, não sabia que os desaparecidos da ditadura foram tantos assim: 30.000 !!
Gostei das fotos, tem mais?